top of page
  • Foto do escritorDCA Elevadores

Manutenção de elevadores

Atualizado: 19 de abr. de 2022



Você sabia que o elevador é composto de vários componentes?


Eles possuem diferentes funções e tamanhos, mas trabalham sempre em conjunto para garantir que os passageiros possam se locomover com segurança e conforto.


Porém quando alguma dessas partes para de funcionar ou quando não há um acompanhamento adequado do funcionamento destes componentes, o elevador pode acabar apresentando defeitos ou até mesmo parar de funcionar. E é aí que se fazem necessárias as manutenções.


Sempre que falamos sobre este assunto existe uma certa dúvida sobre qual manutenção o elevador precisa. Basicamente as manutenções de elevador se definem em dois tipos: A manutenção corretiva e a manutenção preventiva.


Antes de explicar as duas, é importante ressaltar que ambas servem para manter o funcionamento ideal do elevador, porém cada uma delas tem seu devido papel.



Manutenções preventivas


Este tipo de manutenção é realizada para prevenir que algum problema aconteça com algum dos componentes do elevador e por este motivo algumas medidas são muito importantes de serem realizadas na hora da manutenção, tais como:


  • Constantes vistorias tanto na cabina quanto em seus componentes, como o poço e na casa de máquinas

  • Uma boa lubrificação dos cabos e no motor

  • Inspeção regular da tensão dos cabos

  • Revisão das peças do motor e do sistema de freio da máquina e das polias

  • Ajuste ou substituição dos patins de rolagem

  • Limpeza do poço do elevador


Para garantir que os equipamentos do elevador estejam sempre funcionando plenamente e de forma ininterrupta é indicado que as manutenções preventivas sejam feitas de forma mensal. Esta frequência garante segurança e conforto para os usuários, além de gerar uma certa economia para o condomínio.


Assim como em qualquer equipamento mecânico, a manutenção preventiva dos elevadores aumentará a vida útil dos componentes e diminuirá os custos de reparo.


Este serviço de manutenção quando realizado mensalmente contribui para o aumento da vida útil do seu equipamento além de impactar na qualidade de vida dos usuários ou condôminos, pois quanto mais vezes ele for desligado para a realização de reparos ou manutenções corretivas, mais vezes o elevador ficará sem poder ser usado gerando insatisfação e incômodo.




Manutenções Corretivas


Se nas manutenções preventivas é dito que “é melhor prevenir do que remediar”, as manutenções corretivas se referem à “hora de remediar”.


Elas são definidas como sendo qualquer manutenção realizada com o objetivo de fazer com que o elevador retome suas condições ideais de funcionamento.


Ou seja, elas acontecem quando o elevador apresenta algum leve defeito constante, ou quando um ou mais componentes param de funcionar ou ainda no pior dos casos, quando acontece sua parada total.


Quando realizamos frequentemente as manutenções preventivas, as corretivas se fazem menos necessárias e é por isso que elas têm tanta importância, afinal de contas as paradas totais podem trazer transtornos aos usuários, apresentar riscos de acidentes ou podem até fazer com que algum passageiro fique preso dentro da cabina.


Portanto, sempre tenha uma conservadora que lhe ofereça plantão 24h e realize adequadamente e de forma mensal as manutenções preventivas. E quando se tornar necessário, as manutenções corretivas entram em campo para fazer com que o elevador volte ao seu funcionamento pleno.


A manutenção corretiva pode ocorrer em duas situações distintas, quando acontece uma falha totalmente inesperada e esporádica ou uma falha mais frequente, quando o defeito for decorrente ao tempo de uso ou desgaste estrutural.


Conte conosco para as eventuais situações que possam acontecer, entre em contato hoje mesmo e solicite uma visita técnica da DCA para prestar manutenção em seu elevador.





Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page